Bethany Vargas
Sevdaliza
25

NOV

*

23h45 - 00h45
São Jorge – Sala Manoel de Oliveira

Com ecos de diferentes músicas e pronúncias, a voz de Svedaliza só poderia ser deste tempo. Nasceu no Irão, mas a Holanda acabou ser o destino dos pais, refugiados políticos, quando Sevdaliza tinha apenas 5 anos. É verdade que chegou a ser basquetebolista de alta competição, mas a música falou mais alto. Do desporto talvez tenha ficado a ética de trabalho. Sevda (é assim que todos a tratam) é obsessiva com a sua arte, controlando todos os processos da música que produz. O resultado é uma eletrónica capaz de emocionar, próxima do trip-hop de bandas como os Portishead ou os Massive Attack, mas sem deixar de lado as influências de géneros como o grime ou o dubstep. Depois dos EPs “The Suspended” ou “Children of Silk”, ambos editados em 2015, o primeiro longa duração chegou em abril deste ano. “Ison” confirma Sevda como uma das vozes mais interessantes da atualidade. Ao vivo, não há expectativas frustradas: a cantora iraniana-holandesa continua a diluir as suas sombras na beleza da sua voz. Este é mais um talento para ficar a conhecer melhor em novembro, no Vodafone Mexefest.

/

24

Nov

-

25

Nov

Cartaz

/

Info Útil

/

imprensa

/

/

Edições Anteriores

/

Bilheteira

chegar

mapa

app

Press Releases

Bios

Logótipos